Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2013

«Sentir Portugal»

Imagem
Nunca serei a melhor pessoa para falar dele, até porque não sou a maior adepta de ciclismo. Só que por força maior, isto porque o meu pai é completamente o oposto de mim nesta questão, vou sabendo algumas coisas e alguns nomes importantes. O Rui Costa sempre foi um desses casos que acompanhei de perto. E mesmo que esta modalidade não seja, de todo, a que mais me faz vibrar e ficar com o coração nas mãos, há atletas que merecem todo o meu respeito e força. Como é o caso! 
Habituei-me a sentir um bocadinho este mundo, volto a reforçar, por culpa do meu pai que é capaz de estar um dia inteiro a ver ciclismo, mas também por culpa deste grande senhor. Natural da Póvoa do Varzim, é já uma das maiores referências no ciclismo português. E o mais interessante é que, segundo ele, preferia o atletismo, mas como o pai o «chateou» tanto «foi parar às bicicletas» (saber mais aqui). É caso para dizer: abençoado pai. Acredito que o atletismo ganhasse com esta aquisição, mas o certo é que o ciclismo s…

«João Sousa vence em Kuala Lumpur»

Imagem
Mais do que qualquer coisa que possa dizer, há notícias que espelham toda a felicidade que sinto neste momento. É por estas e por outras que tenho o maior orgulho em ser portuguesa, porque há sempre alguém que me mostra de quanto talento somos feitos.
Dia vinte e nove de setembro de dois mil e treze ficará marcado pela tua vitória, pela tua conquista e pelos milhares de sorrisos esboçados por te ver chegar tão longe. Hoje escreveste mesmo a história mais bonita do ténis português, e tenho a certeza que ainda vais chegar muito mais longe.
Tu mereces tudo isto, por toda a tua garra, dedicação, talento e amor. Mereces porque tens alma de guerreiro e de um verdadeiro campeão. Obrigada por te teres superado em cada desafio, por teres acreditado em ti e por nunca teres baixado os braços. 
Tudo começa por um sonho e pela vontade de o vencer. Tu começaste assim e venceste-o! E juntamente com mais portugueses acreditei de coração nas mãos, ainda que coberta por um nervoso miudinho incontroláv…

Mundo desportivo

Imagem
Tenho que recuar à minha infância para conseguir explicar o quanto sou adepta de desporto. Sempre fui muito maria-rapaz, o que atualmente já se tornou num cliché que eu continuo a achar graça. As meninas não deixam de o ser só porque gostam de dar uns toques na bola ou por se interessarem por desporto no geral. Não perdemos a feminilidade, apenas despertamos a nossa curiosidade para outras questões. Portanto, sempre fui a típica maria-rapaz, que preferia brincar com carros em vez de bonecas e jogava futebol no intervalo das aulas. 
À medida que fui crescendo, este meu lado desportista de bancada, pois nunca fiz parte de uma equipa, alargou horizontes. Comecei a acompanhar não só futebol, mas a sentir paixão por hóquei de patins, andebol, ténis e basquetebol. Confesso que futebol e basquetebol são as minhas duas primeiras paixões, mas acompanho tudo sempre que posso. Não sou a pessoa mais entendida neste meio, mas compenso em dedicação à causa. 
Gostava de ter tempo para fazer uma espéci…

Feliz Aniversário, Melhor do Mundo!

Imagem
Ídolo. No sentido literal significa «imagem de divindade que se adora» e no sentido figurado apresenta-se como «objeto de grande paixão»; «pessoa ou coisa que se admira». Herói. É uma «pessoa de grande coragem ou autora de grandes feitos», é sinónimo de valente, mas também de «pessoa que provoca admiração» e que, por isso mesmo, também pode ser considerada um ídolo. Guerreiro. Não é só aquele que é bélico, que combate numa guerra, mas é também uma «pessoa que demonstra coragem e força». Campeão. É «quem é vencedor de um concurso ou prova de desporto». Conquistador. Como a própria palavra indica, é «aquele que conquista». Craque. No dia à dia é uma «pessoa que se distingue em determinada função, área profissional ou ramo do saber», mas no futebol caracteriza o «desportista que se destaca pelo seu desempenho e pelas suas qualidades superiores»; um craque é um: Ás. Que é um «indivíduo de grande valor e preponderância». Ricardo Quaresma. No dicionário não encontramos uma definição, mas pa…

«Quem disse que anjo tem que ter asas?»

Imagem
«Nunca Quis Acreditar que Aquela Farda Enrugada, Esfarrapada, Queimada e Encurtada era a Dele 
Talvez a imagem seja cruel... bem mais cruel é a realidade! 
Este foi o momento em que me cruzo com a ambulância onde vinha o Toninho e o jipe onde vinha o Daniel e o Vítor. Foi o momento mais marcante deste verão... Atrás deles fui tentar ajudar... a guerra fazia vitimas. Estas foram vítimas inocentes de um terrorismo que roubou a juventude, a vida, a companhia, a presença de seres humanos que se destacam de uma sociedade anónima e invejosa, sem compaixão e sem respeito. Atacaram o nosso grupo. Sofremos baixas... Cada vez que morre um Bombeiro a sociedade fica mais pobre, as comunidades mais pequenas, as pessoas mais desprotegidas! (ler notícia completa aqui)» 




Todo os anos, sempre que o Verão nos bate à porta, as notícias que nos invadem são predominantemente marcadas por esta realidade triste e igualmente revoltante. Todos os anos passamos pelo mesmo. E o que mais me custa é que caímos se…

«Desde a chama acesa em Viena...»

Imagem
A época de 1986/87 já vai bem distante. Mas há momentos que nunca se esquecem. E esta época que já passou não deixa de ter algo em comum com esta que agora se inicia: Viena. E quem sente como eu este clube da Invicta sabe o significado que isto tem. 
Em 87 ainda estava longe de saber e sentir o que é ser Porto. E estava igualmente distante de viver de perto a alegria que foi conquistar o mundo naquela altura. Em 87 ainda nem sequer estava em projeto para nascer, por isso não vivi as emoções daquela glória nem a ansiedade, muito menos festejei com milhares a história que escrevemos naquele estádio. Só que o legado passa de geração em geração, como se nos viesse nos genes. É por essa razão que assim que nasci e compreendi - ou melhor, senti - o que era ser portista, me pude dar ao luxo de ter um carinho especial por aquele momento, como se lá tivesse estado. Ou apenas o tivesse visto na televisão e me tivesse deixado absorver por toda aquela euforia.  
Nasci em 92, portanto não sou do tem…

Dança com as estrelas

Imagem
«Dança com as estrelas» é um programa de emoções. Das fortes, como eu gosto. É também um programa de superação. Tanto da qualidade coreográfica como da qualidade que os concorrentes apresentam semana após semana.
É um enorme orgulho, para mim que sempre acompanhei, ver o Cifrão e o Paulo Vintém a fazerem o que fazem. São extraordinariamente brilhantes. Além disso, comovem, prendem ao ecrã e deixam-nos com vontade de levantar da cadeira e aprender a dançar. Não desfazendo nenhum dos concorrentes, e muito menos os dançarinos que são do melhor que temos, estes dois, para mim, serão os primeiros por tudo aquilo que me habituei a ver. São dois artistas. E um verdadeiro artista, para além da técnica, tem o coração e as emoções à flor da pele. E isso é muito bonito de ser ver.
Além disso, é fantástico ver o crescimento do Pedro Teixeira (por quem também sempre tive uma enorme admiração), que todas as semanas aumenta a fasquia. E claro que a genialidade da Raquel Tavares e a forma como a Sara M…

«Arranque de luxo!»

Imagem
«Entrou com o pé direito na fase qualificação para o Campeonato da Europa a seleção sub-21 de Portugal. A equipa de Rui Jorge venceu a congénere da Noruega com números expressivos, apesar de ter estado em desvantagem no marcador. Betinho, Ivan Cavaleiro, Sérgio Oliveira, William Carvalho e Ricardo, apontaram os golos da equipa das quinas. Bom arranque da equipa portuguesa, com um resultado que certamente trará confiança e motivação para as hostes dos jovens lusos. Três golos na primeira parte e mais dois na etapa complementar carimbaram o resultado final.  Perante mais de dez mil espectadores a equipa de Portugal reagiu bem ao golo inaugural da equipa da Noruega e partiu para uma exibição segura e tranquila, com o expoente máximo no ataque com golos para todos os gostos...» (ler artigo completo aqui)




As bancadas do Estádio Cidade de Barcelos não estavam totalmente cheias, mas quase. A união que se fazia sentir e a esperança de ver «os miúdos» a começar bem eram comuns a todas aquelas pe…

The Neighbors (Alienados)

Imagem
Um dia acordamos e percebemos que a nossa vida sofreu uma reviravolta (o que não tem necessariamente que ser mau). Os objetivos não são os mesmos, as necessidades alteram-se e com isso decidimos mudar de casa!
Naturalmente que a primeira coisa a fazer é encontrar um lugar agradável para se viver e, de preferência, com boa vizinhança. É um pedido lógico e, à partida, simples. E claro que depois de se escolher aquele que será o nosso novo lar, de se tratar da papelada e de se encaixotarem todas as coisas essenciais (e mesmo as que não são) para levar, é hora de fazer a mudança. Até aqui nada de novo nem nada de estranho. O problema é quando chegam e percebem que a comunidade (que em breve será a vossa) age de uma forma pouco normal e vocês vêm a descobrir que são... Extraterrestres. 
Esta série gira em torno de uma família que decide ir viver para «Hidden Hills», um condomínio fechado em New Jersey. Para eles, parecia uma mudança tranquila, mas depressa mudam de ideias quando se deparam…

Sorri!

Imagem
«Saiba que o simples perfume de uma flor Pode vir, e ser um grande amor na sua vida Não gaste palavras pra viver De iludir, os seus sonhos tão raros com mentiras Não maltrate o coração, Que dedicou, ao seu sorriso as suas batidas Será livre pra sentir Anseios de uma paixão, a ser uma história linda
Diga que me adora Deixe o orgulho e venha, porque já Está na hora, da gente se encontrar e sermos um Mas não demora, que é pra chama não desencantar Se esvair no ar, e só restar lembrança
Eu tô cansado de sofrer, Quero dançar sentir calor E poder só olhar o universo em torno de você Brilhando em vida, Sorrindo à toa Só vibrando amor e paz Vejo a Lua, lembro do sonho Torço pra realizar Sinto a noite, Penso em você Lembro como é bom amar»


O título desta música não podia começar de melhor forma. «Sorri»
Acredito - desde sempre - que a forma como encaramos o que nos acontece influencia as nossas atitudes. E sempre defendi que, para além de sermos os únicos responsáveis por aquilo que colhemos,…

Q de coração!

Imagem
Seis anos!

Há alturas em que o tempo me pesa por passar tão rápido. Por o ver quase a levantar voo diante dos meus olhos ou por o sentir a passar tão depressa por entre os meus dedos. Por mais que tente, nunca serei capaz de parar o tempo. Mas há tempos e momentos que saberei eternizar por tudo aquilo que significaram. E continuam a significar.

Dois mil e sete. Dois mil e treze. Passaram seis anos e o meu coração ficou naquele pedaço de passeio a uns metros do hotel. O meu coração perdeu-se naquele sorriso, naquele semi abraço, naquelas palavras e naquela simpatia que eu sempre desejei sentir de perto. Há sonhos que nos acompanham ao longo da vida. E há alturas que, como por magia, acontecem do nada. Sem contarmos. Onde menos esperamos. Quando menos fazemos prever.

Nunca serei capaz de esquecer o nervoso miudinho que se apoderou de mim. Das minhas palavras. E o choque que me toldou o pensamento. E posso afirmar com tudo o que tenho que me lembro de cada segundo daquele momento. Da espera…