Conta-me quem és

By Andreia Morais - fevereiro 20, 2014


«Gosto de gente simples e generosa, gente de afectos, que gosta com o coração todo, que ajuda, que dá sem pensar em contrapartidas, que ouve, que sorri com os olhos, que se emociona e que se entusiasma com as pequenas coisas. Gosto de pessoas que gostam das outras pessoas. Sem filtros».


Anonimato. Sempre entendi o mistério. O fascínio que se instala em nós perante o desconhecido. A imagem ficcionada que atribuímos quando acompanhamos algo ou alguém que, sem conhecendo, nos parece tão familiar. Tão real. Talvez o encantamento seja maior. E eu sempre gostei desse lado ilusório que nos coloca em dúvida perante algumas palavras. E ainda que nunca tenha seguido esse caminho nos meus blogues a verdade é que são raras as exceções em que falo de mim na primeira pessoa. Ou que dou a entender que o seja. 

A minha vida poucos conhecem. Quem sou, o que faço, o que quero. E preferi sempre preservar esse lado, limitando-me a expor ideias, opiniões, frases soltas camufladas pelo imaginário que me percorre em horas de maior inspiração. O resto, tudo o que não conto, apenas partilho com os meus. Só que há alturas em que deixamos cair a máscara que utilizamos, não para nos escondermos do mundo, mas para preservar partes daquilo que realmente somos. Não acredito em máscaras, nem em quem se esconde atrás das mesmas para ocultar quem é. Mas acredito e, sobretudo, respeito quem não pretender contar aos quatro cantos do mundo a sua história e as personagens reais que dela fazem parte. Há alturas em que é mais fácil desabafar sem atribuir nomes. Partilhar vivências sem desvendar quem as vive. Sermos nós sem haver a necessidade de nos identificarmos. Nisso eu acredito, e talvez seja mesmo isso que tenha feito até então. 

Já há algum tempo que gostava de vos dar espaço para satisfazerem todas as curiosidades que têm a meu respeito. Vou abrir o livro e contar-vos quem sou, se o quiserem saber. Para isso, deixem nos comentários todas as perguntas que gostavam de me fazer. Na próxima publicação responderei a todas elas. Podem perguntar o que quiserem, mesmo que vos pareça a coisa mais descabida. Surpreendam-me! Muitas questões? Estou curiosa.

  • Share:

You Might Also Like

55 comentários

  1. É engraçado sabermos coisas sobre quem "achamos" que conhecemos bem aqui no blogue.

    Que fazes da vida, trabalhas, estudas? (Em que trabalhas ou o que estudas?)

    ResponderEliminar
  2. Então gostas de mim, muahah :b estou a brincar querida!
    Adorei aquilo que escreves-te mais uma vez :)

    óhh e eu tinha saudades de cá vir! estou bem melhor , obrigadaa *-*
    beijinhoo minha fofinhaa ♥

    ResponderEliminar
  3. Às vezes é mesmo bom viver no anonimato, onde podemos ser o nosso verdadeiro eu.
    És tão boa nas palavras ditas como nas escritas? Tens ar de seres uma daquelas pessoas que toda a gente quer conhecer, com as palavras certas para os momentos certos. Qual o teu maior defeito? :DD
    Agora estou curiosa também hehe
    R: ainda bem :) fico muito feliz que tenhas gostado!! Espero surpreender com a nova rubrica!!
    Beijinho enormeee

    ResponderEliminar
  4. Concordo plenamente! Ao início chega mesmo a ser estranho, mas depois torna-se fascinante. No fundo torna-se no Mundo que nós criamos da forma que gostamos.
    Obrigada pelas tuas palavras! É sempre um prazer enorme receber-te por aqui :)
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  5. Sou como tu, sabes? Desvendo um pouco da minha vida, mas apenas algo superficial. Para me conhecerem a fundo é preciso bastante tempo!! E ainda bem que assim o é, senão a nossa vida andaria na boca de todos!

    Quanto a perguntas, hum...
    Se não estivesses a estudar Educação em que outra área te imaginavas?
    Onde te vês daqui a 10 anos?
    Se pudesses trocar de vida, por um dia, com alguém quem irias escolher?

    E fico por aqui senão é quase uma entrevista :p
    Beijinhos *

    ResponderEliminar
  6. Agora, mais do que nunca, sinto que só posso contar mesmo comigo. São demasiadas atitudes de crianças de pessoas que me rodeiam :x
    Adorei o que escreveste linda *

    ResponderEliminar
  7. Concordo contigo. O mistério é fascinante e por vezes é muito mais fácil falar sem que os outros se apercebam dos envolvidos...mas tantas outras vezes sabe tão bem gritar aos quatro ventos... tudo tem momentos...cada pessoa tem um bocadinho de misterioso e de livro aberto.

    Quanto a perguntas...hmmm
    Quando te falam em desejos/objectivos quais os primeiros 3 que surgem na tua mente?

    ResponderEliminar
  8. Adorei a tua introdução excelentes palavras, adorei a frase inicial e como abordaste o texto.
    Qual o teu estilo de música?
    Beijinhos

    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Oh, obrigada :) és uma fofinha
    beijinho enorme ♥

    ResponderEliminar
  10. Disseste tudo agora! É exactamente assim. No fundo, só quando começamos a ter os primeiros comentários, os primeiros seguidores é que percebemos o quão isto é realmente importante! E sim, é muitíssimo gratificante ter um blog :)
    És sempre de uma enorme simpatia!
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  11. Pois é :) gostei muito dela *.*

    Ahah, é bomm saber que já consegues ser "bicho duro", mas olha, para mim podes e deves continuar a ser fofinha, sim?! ahah mas é bom saber que graças a ser "bicho duro" ganhas defesas!
    ainda bem *.* porque também é bom voltar aqui e ver-te cá :)

    ahh pois éé! Eu não conseguia fazer nem um coisinha daquilo :c xD

    Nisso tens toda a razão querida!

    achoo bemm :b porque eu também gosto muiiiito de tii ♥
    de nada querida :) eu gosto do que vou conhecendo de ti com o que publicas e com as nossas conversas :p e acho que já te vou conhecendo o suficiente, para te fazer perguntinhas, ahah

    que fofinha, obrigadaaaaaa *.*
    beijinho gigante ♥

    ResponderEliminar
  12. Sem dúvida alguma! :)
    Que amor *.* És mesmo muito querida!

    ResponderEliminar
  13. Tão linda ;') Tento ser para os outros o que eles são para mim, só isso! :)

    ResponderEliminar
  14. É verdade! É melhor mesmo estar sem essas pessoas...

    Acho bem, ahah :p
    olha quem fala *.*

    Então nós juntas fazíamos umas coisas "desastrosas" na areia, ahah xD

    Óhh, é verdade :) tinha que o dizer! eheh
    E fizes-te tu muito bem em dares esse espaço a nós por aqui. Que já te vamos conhecendo também pela tua escrita fantástica :b

    tenho sim, já sabes que tenhoo!
    beijinhoo ♥♥

    ResponderEliminar
  15. Sou exactamente como tu. Para me conhecerem é preciso mesmo muito tempo. Quando é para dizer algo, tento sempre contar as coisas de forma superficial, o mínimo que posso ( a não ser que sejam amigos que considero verdadeiros). Odeio que saibam demasiado sobre mim, não sei explicar, sempre fui assim, reservada.

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  16. Sendo assim temos mais um ponto em comum para além da escrita :D

    ResponderEliminar
  17. Quer queiramos ou não, quando escrevemos deixamos sempre transparecer quem somos. É uma das particularidades da escrita, e ainda bem que é assim :)

    ResponderEliminar
  18. Não te vou deixar nenhuma pergunta sobre ti, porque o que quero saber vou sabendo, visitando os teus blogues :) As pessoas são livres de partilharem neste mundo virtual (e no real tb) o que bem entendem. Continua a partilhar os teus pensamentos e as tuas imagens, que para mim é suficiente.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Fiquei curiosa com o próximo post... ;)
    Seja como fores, uma coisa é certa, a tua escrita é inspiradora.

    R de Rita

    ResponderEliminar
  20. ADOREI!! Parabéns!

    xoxo

    http://estilohedonico.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  21. También adoro a la gente simple y generosa que sonríe con los ojos y el corazón!!!
    Que tengas un bello día!!!!:)))

    Besos, desde España, Marcela♥

    ResponderEliminar
  22. agora fiquei curiosa porque quero saber quem es :D
    acho que a unica coisa que sei realmente e que gostas tanto do FCP como eu :D
    o que nome verdadeiro e Andreia ??
    tens que idade ??
    es escritora ??
    escreves tao bem :S
    opa nao sei o que te perguntar diz tudooooo :D
    bom fim de semana :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  23. É mesmo. As saudades servem para se ver aquilo que nos realmente faz falta. Se tivermos saudades é porque era importante. Ter saudades serve para abrir os olhos, mas ainda mais o coração! É com e pelas saudades que se diz muita coisa... para o bem e para o mal.
    Obrigada pelas tuas palavras, como sempre ;)

    E juntando-me a essas tantas pessoas que são como tu e que são como eu, que preferem não abrir mão de nossa privacidade, eu até acho que é uma "coisa" boa. É bom ter-se algo com o qual se possa surpreender os outros e é, ainda melhor, surpreendê-los com aquilo que somos e com o que temos para lhes oferecer.
    Nunca tenhas medo de não ser um livro exposto na montra de uma livraria. Os melhores livros são os que chamam por nós. São aqueles que descobrimos porque simplesmente tinha de assim ser. Os melhores livros são aqueles são abertos por nós, a cada página, durante todo o tempo que dedicamos um ao outro. Os melhores livros são os que nos arrebatam. Por isso, não tenhas medo de ser um livro por abrir. Eu sou.

    Muitos beijinhos.
    Sara Dias.
    --------------------------
    "Há aqueles que quando olham para o céu vêem algo tão grande que não se consegue tocar; e há aqueles que quando olham para o céu vêem algo tão pequeno que cabe dentro do olhar. E tu: já olhaste para o céu hoje?", in "O Livro dos Loucos" de Pedro Chagas Freitas

    ResponderEliminar
  24. ainda bem querida, a frase é tão verdadeira *
    bom fim de semana *

    ResponderEliminar
  25. O desconhecido, às vezes, é das melhores aventuras :)

    ResponderEliminar
  26. Ah pois é querida :)

    Mas alguém ia gostar do que íamos fazer, acredito! ahah

    Simm, isso é bom! É bom sabermos que gostas de nos "dar" qualquer coisa em troco :b (okayy, agora fui convencida em considerar-me uma pessoa tão generosa e carinhosa contigo ahah)
    não precisas de dizer nada :b

    tenho simmmmmmmmmm, ♥♥

    ResponderEliminar
  27. Neste mundo dos blogues, por vezes, acreditamos que conhecemos as pessoas que estão do lado de lá. Mas, pro vezes, não nos lembramos de que isto é o mundo virtual, de que toda a gente pode inventar-se. Gostei da ideia! :)

    Se pudesses mudar o mundo, o que farias?

    ResponderEliminar
  28. Amei ler as tuas palavras... escreves mesmo bem :) e amei a citação, UAU!

    a minha maior curiosidade é saber o que fazes também. Estás ligada à escrita no teu dia-a-dia, senão estás, devias mesmo estar :)

    Santi

    ResponderEliminar
  29. Exactamente! Claro, todos temos o direito de não gostar de alguém, tal como ou outros têm o direito de não gostar de nós. Mas ninguém tem o direito de julgar e criticar os outros, principalmente quando essas críticas não têm fundamento, é isso que me chateia. Enfim...

    Beijinhos, linda*

    ResponderEliminar
  30. "publicitei" também o teu blog na página do facebook porque acho que um blog assim tem de ser mais divulgado querida, tens muita qualidade no que escreves :)

    Santi

    ResponderEliminar
  31. Deu-me arrepios ler este texto. Deu mesmo, porque me revejo tanto, tanto nele! "Há alturas em que é mais fácil desabafar sem atribuir nomes. Partilhar vivências sem desvendar quem as vive. Sermos nós sem haver a necessidade de nos identificarmos." Tal e qual!

    ResponderEliminar
  32. É sim! Eu costumo sentir que se disser mais, me quebro, mais tarde ou mais cedo!

    ResponderEliminar
  33. já tenho blog à bastante tempo e pelo menos sempre pus uma foto minha de perfil mas nnc expus as minhas redes sociais. Que agr são nenhumas pq apaguei as contas todas.

    ResponderEliminar
  34. Amiga texto maravilhoso amo Deus sobre todas as coisa e a minha
    família e os semelhante ensinamento de Deus.
    tenha um ótimo sábado e domingo
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderEliminar
  35. Sou apologista da ideia de que, no anonimato, onde ninguém conhece a nossa identidade, não temos tanto medo de sermos nós mesmos, não temos tanto medo de que nos julguem ou do que possam pensar. :') Beijinho grande

    ResponderEliminar
  36. Muito obrigada pela ajuda querida. Um bom fim de semana :)

    ResponderEliminar
  37. que fofitaaaaa *.* é bom saber que sou uma dessas pessoas :b
    ahah, ♥♥
    e simmm, agradeço porque tenho que agradecer :cc

    ResponderEliminar
  38. eu também não era grande fã de brilhantes, mas quando comecei a ver estas sapatilhas adorei *.* aliás, já vi em várias lojas e sapatilhas, mas eram tipo vans, ou toda gente usava o mesmo género, encontrei estas diferentes, hihi :b e dá para o verão e tudo, é uma cor clara :) ainda pensei 2x em trazer as pretas ou aquelas prateadas.

    beijinhoo queridaa ♥♥

    ResponderEliminar
  39. que fofinhaa :)

    Eu adoroooo sapatilhas, um dia publico aqui uma fotografia, ahah x) pois, isso também eu :( tenho andado mais de botas estes dias..
    umas pretas também me fazia jeito, mas eu uso raramente preto, sou mais de usar cores claras :)
    Eu vou acaso não tenho nenhumas vans e all star's, mas tenho muitas nikes e adidas e umas da gola, eu adoro sapatilhas mesmo e normalmente são as minhas prendas (natal, anos, etc) xb

    ResponderEliminar
  40. É isso mesmo. E apesar das recordações permanecerem, o sentimento foi-se.

    ResponderEliminar
  41. Amar sem receber uma pinga de carinho, cansa.

    ResponderEliminar
  42. eheh, por acaso tirei à dias uma fotografia para pôr no instagram, acho que vou pôr aqui amanha ou depois :b
    sou tal e qual! Tenho de várias cores *.* um dia também aposto numas vans :3
    por acaso também prefiro as adidas, e tenho menos nike's do que adidas :b

    ResponderEliminar
  43. nesse caso somos duas a adorar vê-las com calças ou calções :) eu por acaso nem tinha necessidade destas, mas eram tão giras e não queria nada em especial neste aniversário.. ultimamente tenho guardado dinheiro e compro das coisas quando preciso. Mas desde que vi as outras sapatilhas, decidi que ia comprar umas sapatilhas :b no verão passado fiz uma boa compra de sapatilhas! Comprei umas adidas que eram 70€ por 30€, as cores não tinha muito por onde escolher (roxo pastel vs verde pastel), apostei nas roxas e por acaso não me arrependi :) são quase brancas, só tem as 3 riscas da adidas em roxo escuro, mas ficam bem com muita coisa. de resto não me lembro de encontrar sapatilhas tão baratas, de resto é tudo 50€, 60€ e por ai -.-
    eu há dois anos comprei umas adidas rosa choque quando fui de férias a lisboa e um dia apanhei uma chuvada e pus elas pra lavar pq estavam com lameiro :( quando fui buscar pra secar estavam rotas :| fiquei chateada, mas pronto.. uso-as de vez em quando (depende do lugar que vou), mas usei-as muito durante um ano mesmo assim :b

    ResponderEliminar
  44. Magoa mesmo. Mas somos mais que fortes o suficiente para enfrentar, certo?

    ResponderEliminar
  45. O desconhecido terá sempre misticismo. O meu blog é parte de mim que só quem me lê conhece...faz parte de mim e porém não é so aquilo que sou...mas são duas partes de mim que quero manter longe

    ResponderEliminar
  46. Eu também sempre tentei manter o anonimato, a verdade é que já tenho algumas bloggers no instagram e, descobri que apenas que o anonimato fosse para duas ou três pessoas da minha vida.

    ResponderEliminar
  47. Espero que tenhas tido um óptimo sábado :)

    ResponderEliminar
  48. Eu penso que há Artisani por todo o país :p Aquilo é verdadeiramente maravilhoso! :p

    Quanto aos dois comentários que deixaste no meu blogue, concordo absolutamente contigo. Também gosto do mistério que se instala, apesar de o meu blogue não ser nesse estilo. Mas gosto de ler blogues desses, com histórias que nunca sabemos se são da própria pessoa ou se são "inventadas" e "imaginadas". :)

    ResponderEliminar
  49. sim tens razão, mas agora enquanto não passa o tempo custa tanto s:
    pensamentos positivos estão em falta neste lado :\

    ResponderEliminar