Novas rubricas

By Andreia Morais - abril 24, 2014


«Sou um escritor atípico. Só escrevo porque tenho ideias. Sentar-me a pensar que tenho que inventar uma história para escrever um livro nunca me aconteceu e nunca me acontecerá. Necessito de algo que me sacuda por dentro e que se me agarre com força para que eu entenda que ali há qualquer coisa para contar», José Saramago. 


Escrevo desde sempre. Desde o momento em que senti que o simples ato de pegar num lápis e preencher folhas em branco era tão libertador e reconfortante. Escrevo porque me sinto bem. Porque me faz crescer. Porque é das formas mais bonitas que conheço para expressarmos aquilo que nos sai diretamente do lado esquerdo do peito. Há qualquer coisa em mim que não me permite parar. Penso de mais. Quero escrever de mais. Não parar de acumular cadernos A5 pretos nos armários. E daqui a uns anos pegar neles, abri-los com cuidado, olhar para as suas folhas amareladas pelo tempo e sentir o cheiro dos momentos em que escrevi todas aquelas palavras. 

Gosto da suavidade dos termos. E da dureza que podem atingir quando conjugados com o sentimento certo. Gosto da leveza e da graciosidade. Da dor que transportam. Das ideias que transmitem. Do ruído ensurdecedor que afeta o nosso coração. Do aconchego. Da verdade. Gosto das palavras porque são sempre muito mais do que aquilo que eu sou. E é nessa pequenez com que me sinto quando leio algumas delas que encontro a paz de espírito que procuro indefinidamente. Saber brincar com elas é um dom que tantas vezes me falta, mas que encontro sempre noutro lugar. Pegar nas nossas palavras e partilha-las com o mundo é saber que estamos a construir o nosso lar com todos os defeitos que temos, mas sem filtros. E são essas palavras, e esse lar, que nos fazem envolver os outros num abraço infinito. Partilha-las quando são tão nossas é acolher e saber ser por alguém, quando tantas vezes são as palavras que nos salvam do abismo. 

É nessa urgência de escrever que encontro tantas vezes os meus pensamentos às voltas, sem saberem que caminho seguir. As ideias não param. Não para a vontade de as transformar em algo que se possa ler. E é por isso mesmo que tento sempre encontrar novas rubricas que exponham o que eu sou. Que sejam o espaço certo para que o meu coração fale sem rodeios, sem limitações, sem dúvidas. E é nessa urgência de escrever que encontro algo novo todos os dias. Algo que me apaixona. Que é a minha cara. E o meu coração. 

As gavetas da minha casa encantada vão sendo abertas aos poucos. Até ao momento tenho quatro que estão em constante movimentação. Vão crescendo e guardando dentro de si tudo aquilo que faz sentido ser colocado lá. São elas: 

As minhas viagens de metro - cartas antigas ou recentes, perdidas no meu caderno de bolso.

O que fala ao coração - semanalmente, dar a conhecer músicas de artistas (maioritariamente) portugueses que me encham as medidas. 

Minutos com história - vídeos de um minuto (um minuto e meio no máximo) de coisas que me chamam à atenção, acompanhados por uma explicação.

Parte do que sou - recuperar textos do meu antigo blog.

Mas há mais. Muito mais. Há alturas em que sinto vontade de parar o tempo. Agarrar os ponteiros do relógio e prende-los com uma pequena corda de cetim, para que não façam avançar as horas. Era tão mais fácil controlar o tempo para não ter que controlar a imaginação. Ainda assim a minha teimosia consegue camuflar-se numa virtude, por isso novas rubricas estarão brevemente disponíveis neste meu espaço, que rapidamente se tornou num mundo à parte. Numa casa. Mais do que isso, num lar. Após alguma reflexão sobre aquilo que mais me completa, pensei no seguinte:

O que li por aí - imagens e frases soltas, de livros, fotografias, paragens de autocarro, portas, paredes, sem qualquer tipo de comentário da minha parte. Apenas a citação/fotografia.

Diz-me por onde andas - falar de sítios que visito, sejam cafés, lojas, galerias, museus, jardins, entre tantos outros, dando a minha opinião sobre os mesmos. Sempre acompanhados por fotografias.

À boleia do mundo - espécie de diário, onde partilhe as minhas viagens/passeios. Mostrando-vos por onde ando, o que conheço, onde me perco e o que me aquece a alma. Espécie de guia turístico, mas amador; dando-vos a minha visão do mundo, do que tenho a oportunidade de ver por aí. 

O mundo por olhos tom de castanha - publicar as minhas fotografias. Resgatá-las do meu blog com esse nome e transferi-las para este canto. Acompanhadas com uma breve descrição. 

Até agora, qual a rubrica que têm gostado mais? O que acharam das novas ideias? Qual vos deixou mais curiosos? Digam-me tudo. Até porque este espaço não faz sentido sem vocês, as gavetas ficariam por abrir e tantas histórias ficariam por partilhar.  

  • Share:

You Might Also Like

32 comentários

  1. Sou sincera, adoro todas as tuas rubricas. Acho que trazem sempre algo de novo e é isso que eu gosto tanto :) Estou bastante curiosa quanto às novas rubricas e podes contar com a minha presença para comentá-las ;)

    ResponderEliminar
  2. Estava mesmo, mas conseguimos :)
    Eu tenho :$, ainda bem que gostas, gostava tanto de assistir a um concerto dele .

    ResponderEliminar
  3. Eu sou suspeita, porque eu adoro este espaço e cada letra que o compõe. Cada rubrica tem o seu toque especial e eu não sou capaz de escolher apenas uma. Cada uma é diferente à sua maneira e conforme o 'tema' que lhe decidas dar. Acho que tens feito um excelente trabalho com este blog. E espero que as gavetas se continuem a abrir e que venham recheadas de doçuras para mim hehe :p
    beijinho grande ♥

    http://naervilhadapolly.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Se calhar o problema é meu, que insisto em dar importância demais...que me magoo com as palavras ditas. Muito obrigada minha querida :'D é sempre muito bom trocarmos palavras
    ♥ ♥

    ResponderEliminar
  5. Tantas rubricas e que excelentes ideias :) a de sábado já sei sempre qual é ahah
    "À boleia do mundo" já existia? já publicas-te coisas? Ai que eu não me lembroo :((

    beijinho fofinhaa ♥

    ResponderEliminar
  6. Porque é que eu me percebes tão bem? Porquêê? e porque é que estás longe? Gosto de pessoas assim (que me percebam) , mas pertinho de mim :cc
    obrigada pelas palavras minha fofinhaa ♥♥
    Gosto muito de ti!

    ResponderEliminar
  7. Vale mesmo a pena encontrar blogs destes :)

    beijinho *

    ResponderEliminar
  8. Acho que vou gostar (como sempre) ahah
    ahh, bem me pareceu! tenho que andar mais "on" quanto ás hiperligações do cabeçalho, estou a ver :))

    É que é mesmo isso! só pode :p obrigada minha fofinha ❤ digo-te exatamente o mesmo, estou aqui se precisares!

    Beijitossss ** ❤❤

    ResponderEliminar
  9. Eu também acho *.*
    Quem sabe se ele um dia não dá uns concertos por ai :)
    Ora bem mais outra frase verdadeira *

    ResponderEliminar
  10. Gosto muito de te ler e, por isso, gosto das rubricas no geral. :)
    A Diz-me por onde andas pareceu-me interessante.

    ResponderEliminar
  11. É sempre bom inovar o espaço onde nos refugiamos. E visitar um blog que o faça dá sempre outro ânimo.

    ResponderEliminar
  12. tenho medo de colocar psicologia na primeira opção e criar falsas esperanças que no final não vão ser realizadas.

    ResponderEliminar
  13. Gostei desta nova arrumação.

    Espero conseguir seguir todas.

    Beijos

    ResponderEliminar
  14. I really love this post and your blogstyle!
    would you like to follow each other on GFC or Bloglovin, dear? I'd like to keep in touch!
    Let me know with a comment on my blog, I promise that I'll follow you back!

    J'aime les feuilles rouges

    xoxo Marta

    ResponderEliminar
  15. I really love this post and your blogstyle!
    would you like to follow each other on GFC or Bloglovin, dear? I'd like to keep in touch!
    Let me know with a comment on my blog, I promise that I'll follow you back!

    J'aime les feuilles rouges

    xoxo Marta

    ResponderEliminar
  16. e escreve sempre, pequena, sempre <3

    ResponderEliminar
  17. Tens razão, acho que se calhar tenho de me desligar de quem só magoa.
    beijinho grande ♥

    http://naervilhadapolly.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  18. Adorei as tuas novas sugestões de rubricas para o blog mal posso esperar por lê - lás. Gosto das três primeiras sugestões.
    beijinhos

    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  19. Eu percebo o que disseste. Também perdi uma amizade há pouco tempo, e daquelas que eu pensava que seria mesmo para sempre. Mesmo mesmo. É tão complicado.
    E percebo também a tua necessidade de escrever. Passa-se o mesmo comigo. Não conseguimos parar de escrever, e a verdade é que nem sequer tentamos. Sentimos um vazio quando, por alguma razão, não o fazemos.
    Em relação às tuas rubricas, eu estive a ler todas e ADORO TODAS! Está tudo muito bom, a sério. Por isso, não consigo responder à tua pergunta, porque não consigo escolher uma, escolheria todas. Além disso, acho as tuas ideias para as novas rubrucas brilhantes.

    ResponderEliminar
  20. acho que também não era tão lindo +.+

    ResponderEliminar
  21. As tuas rubricas são as melhores de toda a blogesfera. São as que me parecem ter mais "essência"

    ResponderEliminar
  22. Thanks for your follow :3
    I follow you back :) lets keep in touch!

    ResponderEliminar
  23. Sim, seria mesmo muito bom. Mas há também aqueles momentos em que, pelo menos eu, nem sequer sei sobre o que escrever. Mas depois lá surge alguma coisa e satisfazemos a nossa vontade.
    Gratificante mesmo é ter o teu blog para ler. Eu ADORO-O. Design e tudo o que escreves. Parabéns! :)

    ResponderEliminar
  24. tenho a certeza que essas novas rubricas so vao enriquecer mais o teu blog :D
    bom fim de semana :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  25. Somos duas a pensar dessa maneira :))

    É verdade, ainda bem que há pessoas assim! somos duas.. prefiro sapatos de salto de tacão alto ou de plataforma. nos outros devo cair com facilidade ahah se bem que mesmo nos de tacões e de plataforma já é um caso sério andar :p mas até gosto! se bem que sapatilhas 4 ever! ahahah

    Fico à espera das novas rubricas querida!

    beijinho e obrigada euu ❤

    ResponderEliminar
  26. Gosto muito do que escreves, de todas as rubricas. Que nunca deixes a tua paixão de escrever desaparecer. Escrever é dar liberdade ao nosso pensamento, dando asas à nossa imaginação, pernas aos nossos sonhos e voz ao nosso coração de falar e encantar a alma com seu doce cantarolar de escrita. Um beijinho

    ResponderEliminar
  27. Acredito. Mas eu também já tinha pensado em começar uma rubrica, mas ainda não tive nenhuma ótima ideia para uma. Por isso, vou escrevendo o que me vem à cabeça.
    As coisas são para ser ditas, não é? Não tens de agradecer :)

    ResponderEliminar
  28. Deve ser tão brutal, um dia isso vai acontecer *.*

    ResponderEliminar
  29. Se cada um dos nossos sonhos pudessem criar novos tempos,
    novas esperanças e iluminasse cada amanhecer,
    a cada novo dia pudessemos
    escrever uma nova história,
    a vida seria repleta de certezas.
    Mas, a vida é cheia de incertezas,
    e é isso que nos estimula a sonhar e
    a depositar nossas esperanças no amanhã, sabendo que,
    o hoje é uma fonte inesgotável de benção
    de possibilidades de ser feliz.
    Um feliz e abençoado Domingo.
    Uma nova semana repleta de realizações
    que seja dias de felicidades suprema.
    Beijos e meu eterno carinho..
    Evanir.

    ResponderEliminar