Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2014

Rock in Rio

Imagem
«O Rock in Rio é o maior evento de música do mundo. Ao longo de quase 30 anos, tornou-se uma parte relevante da história da música mundial com 12 edições realizadas, mais de 6 milhões de pessoas reunidas, sendo um dos eventos com maior presença digital».

Nunca estive presente e este ano continuo a não quebrar essa tendência. Contudo, para colmatar o vazio que se cria por não poder ver ao vivo artistas que admiro, tenho acompanhado fielmente a emissão da Sic Radical.
O trabalho que têm desenvolvido durante os diretos é extraordinário, conseguindo passar a magia e o ambiente fantástico que se vive no recinto. Claro que aquilo que se vive lá é indescritível. A adrenalina e o entusiasmo são infinitamente maiores, mas ter a oportunidade de assistir a concertos grandiosos como os que nos mostraram até agora é realmente muito bom. E tenho a certeza de que daqui a uns tempos me vou recordar das lágrimas que deixei cair a ouvir a «Angels». Do quanto dancei a ouvir Ivete Sangalo. Do coração cheio…

O mundo por olhos tom de castanha #2

Imagem

Voltas

Imagem
«Damos voltas e voltas, mas, na realidade, só há duas coisas: ou escolhes a vida ou afastas-te dela», José Saramago

São voltas e voltas num mar de dúvidas. Imenso como a angustia que te amarra o peito. É longe, é fundo, num pedaço de papel amarrotado, como uma pequena equação de grau um que aprendes na primária. Ou por ti, quando tens por dentro o espírito e a aventura de mil homens guerreiros, de espada em punho. Já diziam, em tempos, bandeira aos ombros e é pela pátria. Desta vez foi por ti. 
São voltas e voltas que dei. São voltas e voltas que deste. Em torno, num rodopio sem mais não, de pequenas pegadas de migalhas – caídas no caminho como nas histórias que ouvíamos em criança.
Não sei mais olhar para essas linhas preenchidas de fórmulas e hesitações. Nem sei mais chegar à conclusão dessa confusa equação da qual mudaste o grau. É nível dois, agora. E os desafios sempre foram o teu alimento nos dias mais escuros. Sempre gostaste disso, pequenos pormenores de aventura, dentro de qu…

O que li por aí #2

Imagem
«(...) entendia o suficiente sobre o amor para saber que há coisas que não se explicam. Aliás, no amor, a maior parte das coisas não se explica, porque o amor é feito de uma matéria que está acima de todas as outras e que acumula a paixão, a atracção, o desejo, a amizade, o riso, o entendimento, a cumplicidade, a entrega e o respeito. O amor não se pode parcelar, ou é tudo ou não é nada. E se aqueles que nos amam não forem loucos por nós, então é porque esse amor não vale a pena», Margarida Rebelo Pinto

O que fala ao coração #11

Imagem
«A minha ideia é que há música no ar, há música à nossa volta, o mundo está cheio de música e cada um tira para si simplesmente aquela de que precisa», Edward Elgar

Não passo um dia sem ouvir música. A escolha desta semana é uma descoberta recente. Bem recente. Mas que já me conquistou por completo. Na passada terça-feira, enquanto via o 5 para a meia noite, ouvi pela primeira vez um grupo que se apresenta pelo nome de «Pensão Flor». Cativou-me a originalidade. E deixei-me ficar em frente ao televisor, expectante, ansiosa por saber mais, desejosa que me arrebatassem. É sempre assim que espero sentir-me no final de uma atuação, sobretudo quando é a primeira. Gosto que me conquistem, quando menos estou à espera, com um talento de nos deixar de queixo caído e a querer ouvir mais. Não foi preciso chegar ao final da música «Na volta de um beijo» para perceber que estava rendida. Fiquei mal ouvi as primeiras palavras. Quando fechei os olhos para sentir a voz melodiosa e cheia de tanto brilh…

Eleições para o Parlamento Europeu

Imagem
«Um boletim de voto tem mais força que um tiro de espingarda», Abraham Lincoln

Votar é um direito. Mas devia ser encarado, principalmente, como um dever. Eu voto, porque acredito que ainda posso fazer a diferença. Porque sinto que conquistar este direito custou demasiado para agora nos darmos ao luxo de não usufruirmos dele. Porque não aceito nem permito que sejam os outros a escolher por mim. Porque se acho que algo está mal esta é a hora para mostrar todo o meu descontentamento. 
Não podemos exigir uma mudança se somos os primeiros a virar as costas quando nos dão a oportunidade para nos expressarmos. É uma simples cruz que dá voz a um povo. Se criticam tanto que são sempre os mesmos a ganhar, que o país não anda para frente, se calhar, desculpem a frontalidade, está na hora de se levantarem do sofá e perderem nem que sejam dez minutos. Lembrem-se, um voto em branco significa mais do que a abstenção. 
Votar em branco é demonstrar que nenhum dos candidatos inspira confiança ao ponto de …

Minutos com história II

Imagem
«Num filme o que importa não é a realidade, mas o que dela possa extrair a imaginação», Charles Chaplin

O São João chegou mais cedo ao Porto. Com um mês de antecedência, é inaugurada aquela que é a maior festa da cidade. Contando com mais de duzentos eventos, serão seis semanas de festa constante, onde a música será a grande aposta - Os Azeitonas, GNR, Ana Moura, Bob Sinclar -, «a par da tradição, da animação de rua e do desporto». Há atividades para todos os gostos, podendo ser encontradas ótimas sugestões para um dia diferente em família. Sempre a pensar nas pessoas da cidade, e não só, como é bom de salientar, este será o São João mais longo - de 23 de maio a 29 de junho -, por isso muito haverá a acontecer. Consultem a agenda aqui e deixem-se envolver pela magia que já se faz sentir. Para quem puder, não perca a oportunidade de vir ao Porto num destes dias e, se possível, desfrutar da noite mais longa do ano, como é apelidada por muitos, pois o auge desta festa será mesmo de 23 par…

Entrelinhas #1

Imagem
«Sempre imaginei que o paraíso fosse uma espécie de livraria», Jorge Luis Borges

Entrelinhas surge pelo meu incurável gosto pela leitura. Pela enorme vontade que tenho em pegar num livro e mergulhar nas suas páginas, conhecer a sua história, passear de braço dado com as personagens ou, simplesmente, imaginar todo aquele enredo a acontecer à minha frente, como se desenrolasse uma fita de cassete de vídeo.

Amor maior

Imagem
«(...) acho honestamente que ele errou ao não levar Quaresma ao mundial. E digo-o porque acho Quaresma um extraordinário jogador que pode resolver uma partida. Dirão alguns, que todos os jogadores podem resolver uma partida, mas com verdade, aqui entre nós, só alguns possuem esse dom de resolver com uma jogada de génio um jogo. E Quaresma é um deles caramba. Olho para a selecção que tem óptimos jogadores e só vejo um que pode fazer isto que é, como sabem, o do costume. A selecção podia assim ter 2 (...) acho que nem sequer pensou no Ricardo Quaresma e no talento dele e na forma como ele nos poderia ajudar a resolver uma partida e dar-nos mais força. Não senhor, isso não importa para nada. Paulo bento pensou sim em vingar-se daquele, em responder ao outro em alimentar ódios provincianos que como se sabe são sempre muito benéficos para este país e ajudam-nos sempre muito. Paulo Bento pensou nele quando devia pensar na equipa, pensou em tudo isto e esqueceu-se de pensar no talento de Ric…

O que fala ao coração #10

Imagem
«A minha ideia é que há música no ar, há música à nossa volta, o mundo está cheio de música e cada um tira para si simplesmente aquela de que precisa», Edward Elgar

Não passo um dia sem ouvir música. Esta semana - e a partir de agora sempre há segunda - a minha escolha é no feminino e, como não poderia deixar de ser, em português. Atrevo-me mesmo a dizer em bom português, porque o talento desta artista é gigantesco e acredito que não pare de crescer. Com um estilo muito próprio, algures entre o pop-rock-indie-folk, e com uma voz tão terna, mas cheia de garra, o nome Márcia já não deixa ninguém indiferente. Com uma capacidade de interpretação fantástica, as suas músicas transportam-nos sempre para um mundo à parte. Fazem-nos refletir. Fazem-nos sentir, imensas vezes, o coração a transbordar de tanta coisa, com infinitas emoções a correr em simultâneo. Detentora de um timbre que a mim me enche as medidas, é uma lufada de ar fresco ouvi-la a qualquer hora do dia. Tem, a meu ver, um dos du…

As minhas viagens de metro #12

Imagem
«Como é que se esquece alguém que se ama? Como é que se esquece alguém que nos faz falta e que nos custa mais lembrar que viver? Quando alguém se vai embora de repente como é que se faz para ficar? Quando alguém morre, quando alguém se separa - como é que se faz quando a pessoa de quem se precisa já lá não está? As pessoas têm de morrer; os amores de acabar. As pessoas têm de partir, os sítios têm de ficar longe uns dos outros, os tempos têm de mudar Sim, mas como se faz? Como se esquece? Devagar. É preciso esquecer devagar», Miguel Esteves Cardoso

Entre o amor e a guerra prefiro as batalhas que travo por tua causa. Seja para lutar por ti ou para lutar para te esquecer. De alguma forma, esta é a minha prova de amor mais sincera: ou porque te escolho antes de todos e apenas a ti, ou porque te amei, mas percebi que nenhum amor sobrevive se não for reciproco.

A lista dos meus desejos I

Imagem
«Quando pode realizar todos os seus desejos, o que é realmente importante?»

Inspirada no livro «A lista dos meus desejos», de Grégoire Delacourt, decidi criar a minha própria lista e, assim, partilhar com vocês quais são os meus desejos. Não terão uma ordem definida, uma vez que tanto poderão ser sobre viagens, bens materiais, sensações, realizáveis ou impossíveis. Para os mais atentos, alguns serão óbvios, mas talvez ainda tenha alguns que não estão à espera.
Todos nós temos sonhos. Desejos. E uma vontade infindável de os alcançar. Não sou diferente. E através desta rubrica vou dar-vos a conhecer os meus, quem sabe se não partilhamos muitos deles. A sequência com que os publicarei não significa a importância que têm, isto é, por escolher determinado desejo em primeiro não quer dizer que seja mais importante que todos os outros que o sucederem. Não terá uma periodicidade definida, mas tentarei que seja semanal. 
Não é segredo para ninguém que, a par da escrita, a fotografia é uma das …

Diz-me por onde andas #1

Imagem
«No fundo de um buraco ou de um poço acontece descobrir-se as estrelas», Aristóteles

«NATA - Inspirado em Lisboa, para inspirar o mundo
Em Lisboa, Paris ou Hong Kong, Londres, Nova Iorque ou São Paulo, há cada vez mais pessoas deliciadas com aquele doce que sabe a Lisboa. Uns querem provar uma receita original. Outros querem matar saudades de um sabor genuíno. Todos querem comer pedaços de sabor, prazer e felicidade.

O mundo por olhos tom de castanha #1

Imagem

O que fala ao coração #9

Imagem
«A minha ideia é que há música no ar, há música à nossa volta, o mundo está cheio de música e cada um tira para si simplesmente aquela de que precisa», Edward Elgar

Não passo um dia sem ouvir música. Esta semana (e excecionalmente ao Domingo), como vem sendo hábito, continuamos em bom Português. E no masculino. O artista escolhido dispensa apresentações porque o seu nome é conhecido de várias gerações. Com mais ou com menos jeito para cantar, não há nenhuma que não saiba pelo menos uma música sua de cor. «O pai do Rock Português», como foi apelidado, ainda tem muitos truques na manga. É dos bons. E talvez seja o responsável por eu gostar assim tanto de música.

Azul e Rosa de Educação

Imagem
«Sentes que um tempo acabou (...) Qualquer coisa que não volta que voou (...) Sabes que o desenho do adeus é fogo que nos queima devagar. E no lento cerrar dos olhos teus, fica a esperança de um dia aqui voltar (...) Capa negra de saudade no momento da partida. Segredos desta cidade levo comigo p'rá vida».

Ainda não é a hora de dizer adeus, mas o tempo passa demasiado rápido. Recorrer ao típico cliché do «parece que foi ontem» torna tudo mais simples de explicar. O difícil é definir que não é meramente um cliché, mas uma sensação que nos acompanha ao longo dos dias, sobretudo quando se aproxima o fim de mais uma etapa. 
Não estive tão presente quanto gostaria, por isso sei que perdi muitos momentos. E acho que todas as lágrimas que ontem chorei foram não só pelo orgulho de ver os meus crescer, mas por não ter acompanhado aqueles que chegaram aqui pela primeira vez sem saber o que os esperava. Acho que nunca chorei tanto. Nunca senti tanto aquela descida nos Clérigos: sentir o carro …

O que fala ao coração #8

Imagem
«A minha ideia é que há música no ar, há música à nossa volta, o mundo está cheio de música e cada um tira para si simplesmente aquela de que precisa», Edward Elgar

Não passo um dia sem ouvir música. Esta semana, como não poderia deixar de ser, continuamos em Português. E no masculino. Com a única diferença na quantidade de elementos, porque, desta vez, a escolha recai sobre um grupo que começa a dar os primeiros passos no mundo da música, mas que já é conhecido de outras andanças. Quem os reconhece sabe que o talento é inegável e cada vez maior. Quem ainda não conseguiu identificar vai descobrir um pouco daquilo que eles são. Porque serão sempre muito mais do que aquilo que algum dia serei capaz de definir.

O que li por aí #1

Imagem
«Se não for hoje, um dia será. Algumas coisas, por mais impossíveis e malucas que pareçam, a gente sabe, bem no fundo, que foram feitas para um dia dar certo»,  Caio Fernando Abreu