Dia especial


«O homem é aquilo que lê», Joseph Brodsky


No dia 23 de abril comemora-se o dia mundial do livro e dos direitos de autor. Por coincidência, foi ontem que recebi aquele que, para mim, será sempre um dos mais bonitos e com uma das mensagens mais fortes: O Principezinho. Pertence ao grupo dos meus favoritos e marca a minha infância, a minha adolescência e a minha (ainda curta) vida adulta. Foi provavelmente o livro que mais vezes reli - e em todas elas rendi-me, porque há histórias que não nos cansam, acrescentam-nos!

Comentários

  1. Também o adquiri à pouco tempo!! Lembro-me de ter feito uma apresentação desse livro quando andava no básico!! Adoro-o :)

    ResponderEliminar
  2. Há sempre livros que nos marcam durante a nossa vida. Li-o recentemente ;)

    Beijinhos! <3

    ResponderEliminar
  3. Uma bela homenagem ao dia mundial do livro e o Principezinho, Le Petit Prince obra do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry, numa primeira leitura aparenta ser um livro para crianças, mas possui um grande teor poético e filosófico.
    Um abraço e um bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  4. O Princepezinho realmente é um livro tocante, não vejo a hora de ver a adaptação em animação! :)

    xoxo, Sofia Pinto

    Morning Dreams

    ResponderEliminar
  5. Aquelas histórias que nos tocam de verdade, nunca mais esquecemos.

    Isabel Sá
    https://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Aquelas histórias que nos tocam de verdade, nunca mais esquecemos.

    Isabel Sá
    https://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. O que seria de nós sem os livros? :) Só li o Principezinho quando era pequenina, mas ainda me lembro dele!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  8. O Principezinho é um livro tão mas tão amoroso! :D adoro

    ResponderEliminar
  9. Nossa, faz muito tempo que não vejo nada sobre esse livro.. Fez parte da minha infância também, muito lindo <3

    ResponderEliminar
  10. Se não lê, é analfabeto. Alguns leem e continuam a ser"analfabetos". ahah

    ResponderEliminar
  11. Livros... Ah livros... Que objectos tão indescritíveis... :P

    Ela e Ele.

    ResponderEliminar
  12. É um mimo, toda a gente devia ser obrigada a lê-lo!

    ResponderEliminar
  13. já me esqueci do livro tenho de voltar a ler :D
    bom fim de semana :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Gostei tanto de ler o principezinho, que saudades!

    ResponderEliminar
  15. Não li o livro, não sei...
    as suas palavras têm beleza
    de as comentar não cansarei
    disso eu tenho a certeza!

    Boa noite e bom fim de semana para você Andreia, um abraço,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  16. Já tive com esse livro na mão mas nunca o li, um dos livros que andava sempre a folhear e que sei a história de trás para a frente era: A vendedora de fósforos.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  17. Nunca o li acreditas? Mas sempre tive curiosidade!

    ResponderEliminar
  18. É um livro fantástico e intemporal.

    ResponderEliminar
  19. Eu ainda só o li uma vez, já quase adulta, e tive pena de não o ter lido em criança. Foi um livro que me marcou imenso e vou querer lê-lo ao meu filho enquanto ele ainda for pequeno.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário