Cristina nº4

By Andreia Morais - junho 04, 2015


«Ricardo Quaresma foi uma surpresa. Chegou tímido para uma conversa de vida. Mostrou o seu sorriso e a sua verdade. Respondeu a tudo com o coração e surpreendeu. Gosta de correr riscos. Mas esta foi a maior trivela da sua vida» (aqui)


A coerência de algumas pessoas é algo que me transcende. Ou melhor, a falta dela!
 
Sei bem que me afeta mais quando o assunto é o Quaresma - como se me tocassem na ferida -, porque, além de ser o meu eterno número um, ninguém gosta que ataquem aqueles que admiram. Sou suspeita em tudo o que disser/escrever sobre ele, mas não me importo. Nunca me importei. Porque fundamento o que defendo. Isso não significa achar que tudo aquilo que faz está bem feito, apenas não me peçam para compreender determinadas reações quando, para mim, não têm qualquer lógica.

No mês passado, o Pedro Teixeira, de quem gosto muito, apareceu nu na revista Cristina. Não li tantas reclamações como há dois dias quando saiu a capa do quarto número. Dá a sensação que de um momento para o outro as pessoas ficaram todas pudicas e com um sentido de vulgaridade muito apurado. Claro que, e não me interpretem mal, da mesma maneira que eu tenho todo o direito de gostar, quem vê este resultado tem legitimidade suficiente para ter uma opinião contrária à minha. Não é, de todo, isso que quero pôr em causa. Aquilo que não entendo são os comentários que claramente demonstram falta de imparcialidade.

Como alguém escreveu, «aposto que se fosse o CR toda a gente gostava». E eu arrisco mesmo a dizer: fosse o Cristiano Ronaldo ou outra pessoa qualquer. Troquem o Quaresma por outra figura publica (ou sem o ser) e as reações serão muito mais favoráveis. E não, não é a teoria da perseguição, é apenas a constatação de que há pessoas que irão criticar sempre tudo aquilo que ele fizer. Incomoda-me, não escondo, porque, na minha opinião, não podemos ter dois pesos e duas medidas. E mais ridículo acho quando colocam em causa o profissional que é por fazer produções como esta. Há quem afirme de peito feito que é muito fiel aos seus ideais, mas depois é vê-los contradizerem-se na primeira oportunidade.

Analisando a capa ao pormenor, só posso acrescentar que muitos rapazes de vinte não têm o físico invejável que ele tem aos trinta e um. Já sei, é jogador de futebol, por isso tem que ter cuidado com o corpo, mas para aqueles que afirmaram de boca cheia quando ele regressou ao Porto que estava gordo e acabado se calhar gostavam de ter esta aparência. Alguém escreveu que «quem tem brilho próprio incomoda quem está no escuro», talvez por isso não lhe perdoem nada, porque o brilho dele ofusca quem é pequeno de espírito. Entristece-me que ainda existam muitas pessoas que mudem de posição conforme lhes dá jeito. Mas talvez um dia isso mude. 

Tenho o maior orgulho no percurso do Quaresma. E tenho a certeza que o sentirei aumentar ainda mais assim que comprar a revista e ler a entrevista. Porque há poucos como ele, dotados de um talento fora do comum e de uma personalidade lutadora sem igual. Teve tantas oportunidades em que podia ter desistido, mas manteve-se forte. É por isso, e pela pessoa que acredito que ele é, que o apoiarei incondicionalmente. Será sempre mais do que aquilo que algum dia serei capaz de definir. Bem maior do que tudo aquilo que sou. Até ao fim, meu Guerreiro!

  • Share:

You Might Also Like

37 comentários

  1. Nem mais! assino por baixo...as pessoas estão a julgar a capa pela antipatia que nutrem pelo Quaresma. Pois eu não tenho nada contra o senhor e gosto muito da capa! Venham mais :)*

    ResponderEliminar
  2. Concordo plenamente contigo!

    Acho que a capa está muito gira, ele está sexy e charmoso. As pessoas é que quando não têm que falar decidem criticar; deviam olhar mais para elas próprias.

    :)

    ResponderEliminar
  3. Lá diz o ditado: não se pode agradar a gregos e a troianos...

    Isabel Sá
    https://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. O rapaz com esta foto está a correr mundo.
    E é realmente a maior trivela do Quaresma.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderEliminar
  5. Para mim, o problema não é o Quaresma, o Zé ou o Francisco. Não é o facto de estar nu. Para mim o problema é que é, simplesmente, uma capa feia. Ele podia estar nu, mas numa fotografia mais bonita. É no sentido de estética que se critica a foto, não pela pessoa. Ontem mostraram parte do ensaio fotográfico e viu-se que tiraram fotografias bem mais bonitas.

    ResponderEliminar
  6. Eu não conheco bem o percurso do Quaresma. Mas é obvio que sei quem ele é. E não me incomoda nada ser ele na capa. Acho muito bem. E é optimo da parte da Cristina escolher pessoas que o publico talvez não estivesse à espera. Os comentários que tenho lido são mais por a revista estar sempre a mostrar homens nús. Se era isso que a Cristina tinha em mente desde o inicio. Por acaso ainda não li nada a falar mal do Quaresma em si. Também não tenho procurado! Já se sabe que há sempre quem não gosta. O problema é mesmo terem que atacar quando não gostam de alguma coisa que, sem duvida, faz sucesso! :)

    ResponderEliminar
  7. concordo contigo!
    beijinhos!

    beauty-in-distress.blogspot.pt ♥

    ResponderEliminar
  8. r. é verdade ainda muitas pessoas não compreendem o porque de acordarmos cedo ahah
    - Tenho que admitir que as revistas da Cristina são qualquer coisa, em termos de produção, ela está a conseguir que toda agente conheça a revista através das fotografias de capa ! É uma boa maneira de marketing. Em quanto ao Quaresma não conheço nada sobre ele, mas devo comprar a revista!
    ohh I'm sorry ! I said that I love this look and I do the top in crochet :)
    Ok, I0m following you right now !
    love, CAT ♥

    ResponderEliminar
  9. Concordo contigo, apesar de ele ser criticado só porque sim. Acho que a Cristina fez uma boa escolha :)

    ResponderEliminar
  10. Concordo, Concordo, Concordo ! Vai ser sempre o nosso eterno número 1 ! Faço das tuas palavras as minhas :)

    ResponderEliminar
  11. Concordo e gostei da capa.

    Bjos

    Hahaha, adorei!

    Eu sofro com prateleiras aqui dentro de casa...

    Bjos

    http://chuvadecamelias.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  12. Essa capa é bastante chamativa,vai vender muito, Andreia beijos.

    ResponderEliminar
  13. Quaresma além de um grande jogador, é um grande ser humano. Tive oportunidade de o conhecer num dos jogos do Porto (Sim sou portista ferranha) e digo-te é super humilkde, atencioso. E quanto a esta capa, cuidado ele está poderoso!

    ResponderEliminar
  14. Quem desdenha quer comprar... e certamente ainda acaba mesmo a comprar a revista! :p
    r: Obrigada, querida!!! Se vou!!! :D Beijinhos!

    ResponderEliminar
  15. Olá, Andreia Morais

    ... passando para desejar-te um Feriado, muito bom.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  16. O Porto e aqueles que fazem parte dele são sempre gozados à força toda, não há nada a fazer. Invejosos!

    ResponderEliminar
  17. O problema que se põe logo de base , é que temos uma sociedade hipócrita na sua essência , e portadora de uma grande frustação em relação ao eventual êxito do outro , e como tal cria os seus vários pesos para várias medidas de acordo com o que parece "bem" , e no oposto esta sociedade de aparências está disposta na sua vasilha vazia de conteúdos , disposta a verter a sua ferocidade frustrada ...daí toda esta celeuma em volta desta foto e do Grande Quaresma :)

    Felizmente que existem pessoas com valores e que defendem Principios , estes certamente têm uma Consciência forte , e uma análise equilibrada do que observam .

    Bela intervenção :)
    Abraço e Bom resto de semana !
    Luis Sousa

    ResponderEliminar
  18. r: fico mesmo triste pelas pessoas não responderem, assim o projeto nem tem pernas para andar :s

    ResponderEliminar
  19. Quem fala assim não é gago! As pessoas deviam ser imparciais, mas isso não existe no dicionário delas!
    xoxo
    BLOG // FB PAGE // BLOG'S GIVEAWAY

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. R: Mas é que é totalmente verdade. E depois, existem aquelas pessoas que não têm opinião própria e usam a dos outros para fazerem a dela!
      Sendo futebol ou outra coisa qualquer há que existir respeito acima de tudo. Cada um faz o que quiser da sua vida, e a ninguém lhes diz respeito!

      Eliminar
  20. Olha, eu não tenho nenhum orgulho mo Quaresma, nem em nenhum jogador de futebol. Se joga bem, gosto; se joga mal, não gosto.
    Mas quanto às decisões que eles tomam em relação à sua privacidade, é um assunto pessoal e estou-me a borrifar que se dispam, ou que andem de capote alentejano em agosto. Nem vejo que interesse isso possa ter, a não ser para vender notícias. Porque as polémicas só surgem porque eles vendem. Se fosse eu a despir-me, por muito escandaloso que fosse, ninguém ia comprar o jornal, ou ligar a televisão para me apreciar "as vergonhas". eheheh
    Se ele decidiu despir-se, se ganha algum com isso, é problema dele.
    Mas quando uma mijinha do CR7 na rua, é notícia, que mais esperar dos média? :)

    ResponderEliminar
  21. A capa está qualquer coisa Andreia, ahah ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca tive oportunidade de comprar nenhuma Cristina :/
      Que assuntos é que ela fala mesmo?

      Eliminar
  22. Ainda não tinha visto a revista, mas a capa está deverás fantástica claro que neste tipo de coisas há sempre criticas, não se pode agradar a todos.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  23. Sabes bem que o meu coração não é azul e, sem maldade, até brinco com o facto do Quaresma ser cigano. Mas, podes acreditar, não só fiquei surpreendida (pela positiva) com esta capa como, pela primeira vez, fiquei com vontade de comprar a minha própria Cristina. Até agora tenho sempre lido a que uma amiga minha compra mas por esta não sei se vou conseguir esperar. Estou mesmo curiosa com a entrevista. E muitos parabéns à Cristina Ferreira que vai buscar figuras inesperadas para as suas entrevistas :)

    ResponderEliminar
  24. o que eu tenho a dizer é que não me importo que ela nos dê mais capas destas :p

    r: obrigada por seguires os meus conselhos ahahaha

    ResponderEliminar
  25. Só mudava uma coisa nessa capa - o quadro, tiram-no dali =P

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  26. r: Às vezes, em frases curtas, conseguimos dizer tanto! Tenho, nos últimos dias, publicado posts deste género por isso mesmo. Muitas vezes sinto tão grande que não consigo explicar. :)

    ResponderEliminar
  27. Olha, estive a navegar no teu blogue e reparei que tens lá em baixo um link que vai dar ao «Blogs Portugal». Abri para ver. Não conhecia... que tipo de experiência tens com o site? Gostas? Que vantagens traz? Beijinho :*

    ResponderEliminar
  28. Sim, eu também estou em crer que sim. Sou do género de pessoas que pensa "não tenhas pressa, mas não percas tempo!". Se ainda não apareceu a oportunidade é porque, de facto, não é a altura propícia a mudanças. Um passo de cada vez :D

    Ahahah pois, o problema é esse!!! Risca um e aparecem logo uma data deles :b Também já me aconteceu e tem-me acontecido agora mais porque, felizmente, voltei a ganhar o hábito da leitura :D

    Meeeesmo!!! Comigo dizem o mesmo. Aliás, acham-me mesmo maluquinho por me levantar cedo. Mas, se é de mim, que hei-de eu fazer? xD

    Concordo contigo em alguns aspetos... Contudo, acho que a revista está a cair em algum descrédito. Eu lembro-me de te dizer que o número 1 não era nada de especial até porque grande parte das páginas eram de publicidade e depois disso nunca mais comprei! Vou ver se volto a comprar a do próximo mês de forma a ver se alguma coisa se alterou!

    :p

    NEW OUTFIT POST ON THE BLOG <3
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  29. Bem, ela "despe-os" a todos :P
    Sigo o teu blog, não conhecia.

    ResponderEliminar
  30. O mundo está cheio de falsos moralistas e de muita hipocrisia, algo que me chateia constantemente. Eu não vi nem um único número da Cristina mas nunca consigo compreender a necessidade que as pessoas têm de apontar o dedo. Quer dizer, se eu compro a revista, leio-a e a opinião que tenho dela é minha, é única. Posso contar a alguém aquilo que achei mas se essa pessoa tiver uma perspectiva completamente diferente da minha não tenho direito absolutamente nenhum de lhe apontar o dedo e estar para ali a querer convertê-la à MINHA opinião como se a MINHA opinião fosse a única correcta!

    r: obrigada fofinha :D
    r2: há mesmo pessoas com as quais só se consegue estar bem às turras. Aquele Cujo Nome Não Pode Ser Pronunciado é uma dessas pessoas :) faz-me lembrar imenso o meu melhor amigo porque com ele também ando sempre às turras e no entanto temos uma amizade fantástica

    ResponderEliminar
  31. Já li, já li, já li! :)
    A sessão fotográfica está incrível e a entrevista em si, também! Dá para conhecer um pouco mais do lado humano do Quaresma, de aquilo que ele é fora do campo! :)

    Beijinho

    ResponderEliminar