Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2017

Novex Tentação Ácida

Imagem
«Os princípios ativos do Vinagre de Maçã que compõem a linha Novex Tentação Ácida oferecem, equilíbrio do PH capilar, suavidade e uma luminosidade única ao cabelo».

O meu cabelo tem dois problemas: oleosidade na raiz e caspa. O primeiro consigo controlar mais facilmente, já o segundo é o que me dá dores de cabeça. O único champô que resultava comigo era o Dercos anti-caspa, da Vichy. Mas de há uns meses para cá nem esse tem sortido efeito. Naturalmente, fui testando outros pelo meio, não só para não criar habituação, mas também para encontrar alternativas.

As minhas viagens de metro #57

Imagem
«Eu te peço baixinho, não me deixe...»

Pede-me que fique! Mesmo que não seja justo, ou não tivesse que ser preciso pedir. Eu quero ficar, tu sabes que sim, mas preciso que quebres o teu silêncio e me peças para não ir embora. Eu quero lutar e vencer todos os obstáculos. Só que não posso avançar mais se continuares sem me mostrar que o queres também. Luto ao teu lado se assim o pretenderes. Vou até ao fim do mundo só para te ver feliz. Mas enquanto não ouvir da tua boca que me queres perto talvez seja melhor ir. Estás assustado, não te censuro. Contudo, compreende o meu lado. Não tenho forças para discutir contigo, para manter guerras desnecessárias e provocadas por mal entendidos. Estou cansada de nos ver constantemente de costas voltadas. Não duvido do que sentes, só te peço que o demonstres. Pede-me que fique e eu garanto que desfaço as malas e não saio daqui.

M, 01.03.2015

Doce ou salgado q.b. #12

Imagem
«Cozinhar é como tecer um delicado manto de aromas, cores, sabores, texturas. Um manto divino que se deitará sobre o paladar de alguém sempre especial»,  Sayonara Ciseski

O meu lanche matinal não varia muito de dia para dia, não só porque adoro o que contém, mas também pela versatilidade e rapidez com que o posso preparar. Como passo o dia na faculdade e não tenho necessidade de fazer gastos extra, a minha lancheira tornou-se uma aliada de peso. E lá dentro levo sempre o meu iogurte em camadas. Um pouco à semelhança dos overnight oats [aqui], a preparação é simples. E só vão precisar de um frasco. E dos ingredientes que mais gostam. Neste caso em concreto, vou partilhar uma das opções que mais costumo fazer.

Pensamento periclitante #42

Imagem
Tenho um sonho do qual não abdico: ser feliz até ao fim da vida!
#pessoal #sonho #vida #felicidade

Quero #23

Imagem
Os reeditados «Espelho» e «Do=s». E «Pontos nos Is». Diogo Piçarra voltou a surpreender ao decidir editar os seus álbuns em vinil. Estas edições chegaram às lojas no passado dia 23 de junho. Apesar de não ter um gira-discos, é um investimento que tenciono fazer, quanto mais não seja pelo gosto que é ver aqueles que admiramos a arriscar. Por outro lado, Os Quatro e Meia estão quase a lançar o seu primeiro disco. «Ao som de guitarra, contrabaixo, violino, acordeão, bandolim e percussão (...) procuram, de uma forma descontraída e bem-disposta, conferir novos olhares e sonoridades na composição de canções feitas na língua de Camões». E a estreia está marcada para dia 30 deste mês. Isto é a música portuguesa a conquistar espaço. E eu estou imensamente feliz com todas estas novidades!

Jukebox #59

Imagem
«Quando te conheci Eu pensava cá para mim Que eras o meu grande amor Ficava perfeito em mim O tanto que há de ti Esqueci-me até de quem sou

O vizinho do 1º andar

Imagem
«E se tu olhares, durante muito tempo, para um abismo, o abismo também olha para dentro de ti», Friedrich Wilhelm Nietzsche

Silencioso. E pouco atencioso. Era assim que viam o vizinho do 1º andar. E por pouco se dar a conhecer, nos raros momentos em que não conseguia evitar sair à rua, estavam longe de imaginar o segredo sangrento que carregava na sua história.

#4 M de...

Imagem
... S. João do Porto!

Às [de copas]

Imagem
«O jogo é um corpo-a-corpo com o destino», Anatole France

Jurei-te amor Por entre todas as nossas cartas De jogo [amor] Que aprendemos a decifrar Melhor que um olhar intenso [de nada]

Entrelinhas #18

Imagem
«Quando uma amizade verdadeira acontece, ficamos deslumbrados, como diante de um milagre. Foi precisamente quando o autor do livro procurava desinteressadamente, num puro gesto de dedicação, o seu amigo perdido que se deu o encontro com a maravilha, com o Principezinho»

O Principezinho será sempre a minha história favorita. Por essa razão, quando vi que a Maria Francisca [de quem vos falei aqui] estava a vender o livro Encontrei o Principezinho não resisti a encomendá-lo. Não conhecia este enredo. E muito menos o autor Jorge Cabral Santos. Mas depois de ler a sinopse, e de aliar isso ao facto de incluir uma das personagens mais carismáticas e influentes, só podia ser uma escolha acertada. E foi!

Um passo mais perto!

Imagem
Entreguei ontem a versão final do Relatório de Estágio. Sinto que vai ali grande parte da minha vida nos últimos meses. E é, ao mesmo tempo, uma sensação de alívio e de pânico. Alívio porque fui capaz. Pânico porque a defesa pública está mil passos mais perto. Segundo a minha orientadora, o pior já superamos e esse momento passa num abrir e fechar de olhos. Não sei se já vos contei, mas odeio ser o centro das atenções, portanto estão a imaginar o quanto terei que respirar fundo quando esse dia chegar. Mas hei-de sobreviver! Agora tenho que me dedicar a preparar a apresentação. Porque estou a uma etapa de me tornar mestre naquilo que sempre quis ser: Educadora de Infância.

Fragmentos #22

Imagem
A Teoria do Big Bang é das séries mais incríveis de sempre. E não faltam peripécias que nos façam chorar de tanto rir. Quem diria que um grupo tão aleatório se tornaria uma autêntica família. E que viria nascer o seu primeiro bebé. Enquanto esse feito não acontece, nada como uma noite animada de karaoke para festejar a notícia da gravidez. Este é, para mim, um dos episódios mais hilariantes. Ora vejam!

Jukebox #58

Imagem
«Conto a conta-gotas O tempo que passa Vejo o sol lá fora A fazer-me pirraça Já são quatro e meia Está quase na hora

#3 M de...

Imagem
... tranças!

Presença ausente

Imagem
Somos presença ausente. Um beijo de bom dia forçado. Milhares de conversas por circunstância e sorrisos que escondem palavras cheias de dor. Habituamo-nos a não estar tudo bem, mas a fingir que somos indiferentes ao fosso que abriu entre nós. E as inúmeras cordas que nos prendiam, começam a ficar gastas. Estamos em suspenso. À espera que a vida nos empurre e nos permita equilibrar na única corda que ainda balança e nos aproxima. Somos passos a medo. Olhares [ainda] cúmplices, de quem não se quer perder, mas que é orgulhoso de mais para se confrontar e libertar todas as mágoas. Já estive mais certa de que os nossos laços permanecessem inquebráveis. Mas por não ter sido feita para desistir, não estou pronta para virar as costas. E partir.

O mundo por olhos tom de castanha #36

Imagem
«Fotografar é uma maneira de ver o passado. Fotografar é uma forma de expressão, o "congelamento" de uma situação e seu espaço físico inserido na subjetividade de um realismo virtual»

Sou apaixonada por esta vista. E por caminhadas à beira mar. O passeio dividiu-se em dois dias (Salgueiros-Afurada; Afurada-Cais de Gaia) e acredito que existam poucas coisas tão relaxantes como deixarmo-nos absorver por toda esta calma. Pela brisa que faz o nosso cabelo dançar. Pelos cheiros das flores. Pelos pormenores únicos e delicados que vamos descobrindo. Aqui sinto-me em casa! E de máquina fotográfica ligada, foi impossível não captar tudo aquilo que fazia o meu olhar perder-se de encanto.

Perdições #23

Imagem
Globos de neve! Acho-os bonitos. Delicados. E com um toque de magia. Além disso, podem ser uma excelente recordação de momentos e de lugares. Para nós. Ou para oferecer. Até a este momento, tenho seis (cinco pequenos e um grande). E só espero que a coleção não pare de crescer.

Miúdo-Guerreiro

Imagem
«Azul e branco é o coração»

O que me motiva enquanto adepta não é apenas a história do clube. São também as pessoas. Naturalmente, ele subsiste independentemente dos nomes que figurem nas camisolas, mas a sua mística perpetua-se e sobressai pelos jogadores. E nunca é fácil despedirmo-nos daqueles que admiramos.

O que li por aí #63

Imagem
«Cada um terá a vista da montanha que subir».

Jukebox #57

Imagem
«Sem ti não me vou Daqui embora Entre o ódio e o amor Há sempre uma história Que te faz regressar  Onde foste feliz

#2 M de...

Imagem
... família!

As minhas viagens de metro #56

Imagem
«Cada um fez a sua escolha», Matheus Bogo

Quando é que deixaremos de nos magoar? Onde é que foi que perdemos o pouco respeito e carinho que ainda tínhamos um pelo outro?

#15 A minha vida tem...

Imagem
... Gipsy Kings! Ouço-os desde que me lembro de ser gente. E são uma das recordações mais vivas que tenho de todas as viagens longas de carro. Quando deixávamos de apanhar alguma das estações de rádio que gostávamos, o meu pai pegava na cassete azul e os ritmos contagiantes desta banda invadiam o nosso estado de espírito, fazendo-nos companhia no tempo que faltava até chegarmos ao destino. Ainda hoje, quando surge oportunidade, são os Gipsy Kings que peço para ouvir. E o meu olhar brilha como quando era criança. E canto. E sinto. E danço. Sempre com o mesmo entusiasmo. E com o mesmo significado. Por mais que o tempo avance, aquela cassete será sempre sinónimo de felicidade. E de família.

Existência

Imagem
Eu existo para lá de ti. De mim, que sou mar imenso, tenho dúvidas. Olho. E do outro lado do horizonte não vejo nada que me prenda aqui. Ali. A esta história intermitente de uma existência desprovida de certezas. E vou fugindo, de lá e de ti, para descobrir o meu lugar. E se fores tu, utopia que me fragmenta em mil sonhos, que me dás alento?

Entrelinhas #17

Imagem
«Num mundo dividido ao meio onde todos são forçados a tomar partido, Jane, uma corajosa jovem inglesa, vê-se envolvida num perigoso triângulo de amor, intriga e enganos».

Ken Follett não é um nome estranho aqui n' As gavetas da minha casa encantada, até porque o último Entrelinhas foi, precisamente, sobre um livro seu: O Estilete Assassino [aqui]. Fã assumida da sua escrita e das temáticas que aborda, a escolha para uma próxima leitura foi óbvia: O Vale dos Cinco Leões.

TAG: I ❤️ My Blog

Imagem
A Matilde Ferreira [Cantinho da Tily] e a Melanie Moreira [That Girl], a quem agradeço pela referência, nomearam-me para responder à Tag «I love my blog». Aceitei prontamente o desafio, mas algo me dizia que as perguntas não me eram totalmente desconhecidas. Não estava errada, isto porque já tinha respondido à tag, em 2015. Assim, deixo o link para que a possam ler aqui.

Jukebox #56

Imagem
«Quando o nosso filho crescer Eu vou-lhe dizer Que te conheci num dia de sol Que o teu olhar me prendeu E eu vi o céu E tudo o que estava ao meu redor Que pegaste na minha mão Naquele fim de verão E me levaste a jantar Ficaste com o meu coração E como numa canção Fizeste-me corar

Pensamento periclitante #41

Imagem
«O mundo gira e eu, finalmente, encontrei o meu lugar».
#frase #diálogo #novela #jardinsproibidos

O depois!

Imagem
«E agora? Se terminar aqui, o que será de mim?»,  Mikkel Solnado

Tudo faz sentido  Agora  E depois?

Quero #22

Imagem
Ir a Sintra! E perder-me em todos os seus recantos que parecem ter saído de um conto de fadas. Há lugares que são de visita obrigatória. E só espero ter a oportunidade de ir lá muito em breve, não só por ser um dos meus sítios de sonho, mas também porque tenho imensas saudades de ganhar horas a fotografar, alheada do que me rodeia, e a detalhar as minhas viagens «À boleia do mundo».