Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2017

TAG: A Irmandade das Blogueiras (II)

Imagem
A Teresa Isabel Silva [Ontem é só Memória] nomeou-me para responder à tag A Irmandade das Blogueiras. Este desafio não é novo por aqui, uma vez que já tive a oportunidade de o fazer uma vez [aqui], mas tenho que agradecer à Teresa por se ter lembrado de mim. As regras são claras: responder a 10 perguntas, criar outras 10 e nomear 10 bloggers. Como sabem, não costumo cumprir este último requisito. E hoje não será exceção. Por isso, quem quiser levar a tag pode responder às mesmas perguntas que eu. Sem mais demoras, vamos ao que interessa!

#9 M de...

Imagem
... simplicidade!

Insónia

Imagem
«Mas talvez a madrugada seja para pensar e não dormir»

As minhas insónias são vazias Conversam de vago Com o meu sono pouco firme E incerto em horas

Doce ou salgado q.b. #13

Imagem
«Cozinhar é como tecer um delicado manto de aromas, cores, sabores, texturas. Um manto divino que se deitará sobre o paladar de alguém sempre especial»,  Sayonara Ciseski

O tempo quente convida-nos a optar por sugestões mais frescas. E os gelados são excelentes aliados nessa tarefa. Lembro-me bem de todas as tardes em que acrescentava um pau nos danoninhos e os guardava no congelador, para depois me deliciar com aquela pequena maravilha. Sou uma gulosa assumida e como gelados o ano todo, mas tenho que confessar que é no inverno que me sabem melhor. Apesar disso, não deixei de experimentar a receita que hoje vos trago mal a vi no blogue I am Isabel Silva, da apresentadora de televisão da TVI. Como ela escreveu, pode ser «sobremesa, pequeno-almoço, pré-treino, snack (...) É limpinha, saborosa e uma excelente opção para "matar" a gula». A juntar a isso, é muito simples e rápida de se confecionar. Só fiz duas pequenas alterações, que são percetíveis nas fotografias que tirei e pa…

Peito em chama

Imagem
«Seu coração é lugar que só fica quem faz por merecer»,  Charles Chaplin

Tenho o peito em chama Ofegante E deserto

Pontos nos Is

Imagem
«Hoje estou aqui para ficar
Firme como a planta pela raiz»

Há oportunidades irresistíveis! Sabem quando esperam muito que algo se proporcione, ao ponto de terem a certeza de que não podem perder o momento se existir a possibilidade de acontecer? Foi precisamente o que eu senti assim que anunciaram a showcase d’ Os Quatro e Meia na Fnac do Norte Shopping. Por isso, o meu final de tarde do passado dia 15 de julho não podia ter sido de outra forma que não a ouvir esta banda que me fascina!

Não te demores

Imagem
Não te demores em mim.  Sou uma arma pronta a disparar  E a estilhaçar as paredes frágeis do teu peito seguro.

Jukebox #63

Imagem
«I wanna follow where she goes I think about her and she knows it

#8 M de...

Imagem
... concertos!

#2 Da categoria

Imagem
Coisas que me irritam: competição entre fãs!

O mundo por olhos tom de castanha #38 (Parte 2)

Imagem
«Fotografar é uma maneira de ver o passado. Fotografar é uma forma de expressão, o "congelamento" de uma situação e seu espaço físico inserido na subjetividade de um realismo virtual».

Hoje, para vos contar a última parte desta história, trago as imagens da segunda paragem em Ponte da Barca. E, posteriormente, partilho os registos que consegui captar em Ponte de Lima e em Barcelos.

O mundo por olhos tom de castanha #38 (Parte 1)

Imagem
«Fotografar é uma maneira de ver o passado. Fotografar é uma forma de expressão, o "congelamento" de uma situação e seu espaço físico inserido na subjetividade de um realismo virtual».

As minhas viagens não se limitam nas palavras. Gosto de as complementar com os inúmeros registos fotográficos que vou captando, porque acredito que as fotografias também contam histórias. Assim, nesta primeira parte, deixo-vos com as minhas imagens de Ponte da Barca e Arcos de Valdevez.

À boleia do mundo #24 (Parte 2)

Imagem
Capítulo 24 (conclusão) 09.07.2017

15h07: É hora de ir embora
(Ponte da Barca) 
15h13: A vista obriga-nos a parar.

À boleia do mundo #24 (Parte 1)

Imagem
Capítulo 24 Domingo, 09.07.2017

08h30: Toca o despertador. Levanto-me para um banho rápido. O tempo não está propriamente convidativo, mas espera-nos mais uma viagem.
09h55: Carro a trabalhar. Rádio ligado. Estamos prontos! 
(Gaia-Porto-Aldeia Nova-Castêlo da Maia-Areosa-Ribela-Freguesia de Muro-Carriça-Quintão-Serra-Lantemil-Trofa-Ribeirão-Calendário-Gavião-S. Tiago da Cruz-S. Cosme do Vale-Arnoso [Sta Maria]-Tebosa-Priscos-Vimieiro-Celeirós-Braga-Real-Merelim [S. Pedro]-Merelim [S. Paio]-Vila do Prado-Soutelo)

Jukebox #62

Imagem
«Eu já sei quem sou
(...)
Sou o que não fui E serei O amanhã a dois

#7 M de...

Imagem
... catos!

One smile a day

Imagem
A convite da Chic' Ana, hoje estou no seu blogue a contar uma das minhas histórias mais hilariantes - que é como quem diz, ridícula, ou embaraçosa. Mas a nível de designação depois vocês escolhem qual aquela que acham que se adequa melhor. Não levantando muito o véu, só vos posso adiantar que envolve tinta azul. Curiosos? Leiam todo o episódio aqui!

Só Existo Contigo

Imagem
«Por isso ama-me como se me fosses perder. Procura-me como se nunca me tivesses tido. Agarra-me como se eu fosse desaparecer»

No passado dia 3 de julho, Diogo Piçarra lançou o videoclipe do seu mais recente single: Só Existo Contigo - que faz parte do álbum Do=s. Filmado em Paris, foi realizado pelo músico e pelo seu irmão, André Piçarra. E bastou vê-lo uma vez para me conquistar!

Em 2ª mão

Imagem
«O livro é um mestre que fala mas que não responde», Platão

Sou uma adepta assumida do livro físico. Adoro folhear as páginas, sentir a textura da capa e o cheiro característico das folhas e marcar as minhas passagens favoritas com todas aquelas setas autocolantes coloridas. No entanto, adquirir um livro equivale a uma despesa que nem sempre posso suportar, porque há outras que se revelam prioritárias. Sendo assim, adio-a até surgir uma altura mais oportuna.

Bumba na Fofinha

Imagem
O youtube é um aliado no que diz respeito a ouvir música diariamente. Mas não só. Também me perco a ver vídeos sobre os mais variados temas, desde que me captem a atenção - quer pelo conteúdo, quer pelo(s) interveniente(s). Muito recentemente, descobri o canal Bumba na Fofinha, uma personagem fictícia que nos permite uma «reciclagem de trivialidades com visitas regulares à Parvónia». Vi todos os seus vídeos de uma assentada, por causa das temáticas abordadas e, sobretudo, pela simplicidade e genuinidade que nos transmitem. A Mariana Cabral, pessoa que dá vida a Bumba na Fofinha, tem piada e é muito natural na sua forma de abordar os mais diversos assuntos. Não há um único vídeo que não me tenha feito rir. As suas expressões são muito engraçadas. E sempre que sai um novo trabalho não demoro muito a ir vê-lo. No meio de tantas opções, é bom perceber que existem pessoas que primam pela qualidade e autenticidade!

Quero #24

Imagem

Jukebox #61

Imagem
«Para sempre no meu coração Nada vai levar você de mim Vou com você até longe daqui

#6 M de...

Imagem
... Paixão!

O mundo por olhos tom de castanha #37

Imagem
«Fotografar é uma maneira de ver o passado. Fotografar é uma forma de expressão, o "congelamento" de uma situação e seu espaço físico inserido na subjetividade de um realismo virtual».

Coimbra sabe a história. A tradição. A ruas de encanto. E é paragem obrigatória, pelo menos, duas vezes por ano. Nunca me canso de a visitar, até porque há sempre mais um recanto para descobrir. Tenho memórias muito felizes, desde as constantes visitas ao Portugal dos Pequenitos até aos pequenos-almoços que marcavam o início das férias. Qualquer pretexto é bom para regressar. E foi em mais um regresso a casa, depois de um longo passeio por este país mágico, que estacionamos o carro e deixamos que a cidade dos estudantes nos conquistasse novamente. Subimos ao Mosteiro de Santa Clara-a-Nova. Contemplamos a vista magnífica. E perdemo-nos a observar os infinitos pormenores que se cruzavam no nosso caminho. Acompanham-me?

O que fala ao coração #24

Imagem
«A minha ideia é que há música no ar, há música à nossa volta, o mundo está cheio de música e cada um tira para si simplesmente aquela de que precisa»,  Edward Elgar.

Não passo um dia sem ouvir música. E após uma nova jornada com a gaveta d' O que fala ao coração fechada, resolvi voltar a abri-la. E com um nome de peso no panorama musical português. Arranjem um espaço na sala, e na vossa vida, para o acomodarem. Apesar de ser apenas um, pode sempre chegar com companhia. Quanto mais não seja com o seu talento gigantesco.

Corpos de paz!

Imagem
Tão pouco. E, ainda assim, foi amor. Inteiro. Desprovido de enganos. Confidente. Só não poderia durar para sempre. Porque não nos pertencíamos para além do tempo: daquele em que os nossos corpos foram paz!

Mestre em Educação Pré-Escolar

Imagem
Uma noite muito mal dormida. Um coração a mil. Muitos nervos. Muitas dúvidas. Mas uma certeza: o meu sonho estava cada vez mais perto de se realizar. Estar perante um júri é assustador, não tanto pela apresentação em si, mas pelas perguntas que nos podem colocar. Porque se a primeira opção depende exclusivamente de nós, a segunda não. Naturalmente, estava segura do meu trabalho, daquilo que tinha feito. Mas o desconhecido assusta sempre, sobretudo porque não o controlamos. Confesso que quando me diziam que aquele momento passava num abrir e fechar de olhos não acreditava. Da mesma maneira que achava impensável estar tranquila no momento em que me sentasse para ouvir os comentários/as perguntas do meu arguente. Mas é exatamente nessa altura que percebemos que não há volta a dar. E que esta prova não é mais do que uma partilha daquilo que foi o nosso percurso. E como me disse a minha presidente de júri, «foste tu que realizaste o estágio, ninguém está mais preparado para falar sobre ele…

Jukebox #60

Imagem
«Se o vento não mudar Vou dar até sentir Que há uma razão Para crer  Que é bem melhor existir Eu sei

#5 M de...

Imagem
... piqueniques!